domingo, 28 de setembro de 2008

por causa do amor...


video

Aos 50 anos de Bossa Nova. Tudo por causa do nosso grande maestro... salve Tom!

domingo, 21 de setembro de 2008

gente de verdade

O caminho do coração é o caminho da coragem. É viver na insegurança, é viver no amor e confiar, é enfrentar o desconhecido. É deixar o passado para trás e deixar o futuro ser. Coragem é seguir trilhas perigosas. A vida é perigosa. E só os covardes podem evitar o perigo – mas aí já estão mortos. A pessoa que está viva, realmente viva, sempre enfrentará o desconhecido. O perigo está presente, mas ela assumirá o risco. O coração está sempre pronto para enfrentar riscos; o coração é um jogador. A cabeça é um homem de negócios. Ela sempre calcula – ela é astuta. O coração nunca calcula nada.
- Osho -


"a felicidade só é real quando compartilhada" (Christopher McCandless)

Deixar a vida fluir como um rio. De vez em quando se enroscar nuns galhos e esperar que a força da água te libere... para continuar no fluxo. Uma hora a gente encontra o êxtase, o encantamento supremo, a cachoeira... e brinca de "iupi" com a vida... deixa-se levar no imenso e delicioso escorregador da paixão, que nem se sabe aonde vai dar. Mas é aí, na entrega, que você pode achar o lago; calmo, transparente, tranquilo, fresco... pra lavar a alma e se deleitar. Se a gente não arrisca nada, talvez não encontre isso nunca. Quanto custa? O amor verdadeiro, aquele amor que vem com tudo junto? Tesão, admiração, carinho, intimidade, paixão? Custa a entrega... o que nem todo mundo consegue. O medo da entrega pode consumir vidas inteiras. É como estar no deserto e passar batido pelo oásis. Que pena... porque não somos bonecos de plástico. Temos sangue nas veias e um coração que pulsa, pulsa, pulsa. E uma barriga que cria borboletas quando o nosso olhar encontra o olhar "daquele alguém". É o pulso respondendo, é o corpo respondendo ao chamado quente da vida, VIDA... assim, de letra maiúscula quando é realmente vivida! É reverberação. E isso não acontece muitas vezes. Só algumas pessoas têm o poder de provocar isso na gente... é pele, é cheiro, é um algo mais que não se traduz em palavras. Funciona assim como as grandes quedas d'água nos rios: quando você dá de cara com elas, ou foge (se der tempo) e nunca vai saber o que aquilo te proporcionaria, ou se deixa levar pelo turbilhão... solta o corpo e vai! Assim, simples assim! A mágica se revela quando a gente tem coragem de se envolver. Sem intensidade não há gente de verdade... "sem tesão não há solução".
- Lilian Guedes -